Projeto Sorrir Para o Bem

O Projeto Sorrir para o Bem tem como objetivo sensibilizar os estudantes da Faculdade Paulo Picanço da necessidade da melhoria da qualidade de vida coletiva da comunidade onde estão inseridos, desta forma contribuindo com a assistência aos munícipes. Como consequência também irá incentivar os discentes a desenvolver uma cultura de voluntariado, na intenção de minimizar a dor e desconforto dos seus semelhantes. Os voluntários atuarão em ações para realizar profilaxia, aplicação de flúor, educação em saúde através de brincadeiras educativas, diagnóstico bucal e levantamentos epidemiológicos. Os cidadãos que necessitarem de tratamento odontológico serão encaminhados para atendimento nas clínicas escola da FACPP.
A ideia surgiu por iniciativa da acadêmica Jessica Fonseca Gurgel, que juntamente com os professores Paulo Roberto Barroso Picanço (cirurgião-dentista) e Almir Boller (psicólogo), estão propondo o Sorrir para o Bem, projeto de extensão com ação permanente, com a participação de 10 acadêmicos através de atuação voluntária ao longo de cada semestre letivo. Ao fim do semestre, o estudante participante receberá um certificado de com carga horária de 20 horas para o voluntariado e 20 horas para a monitoria.
O projeto desenvolverá ações de saúde bucal junto a comunidades carentes de Fortaleza e Região Metropolitana, especificamente nos Centros de Inclusão Tecnológica Social – CIT´s, Escolas Estaduais e Municipais, Hospitais Públicos, dentre outros órgãos públicos ou do terceiro Setor, além das Clinicas Escola da Faculdade Paulo Picanço.

OBJETIVOS – No caso de programa, relacionar os objetivos que orientam as ações dos projetos que integram o programa e que indicam os resultados a serem alcançados.

Gerais

  • Sensibilizar os estudantes da Faculdade Paulo Picanço a contribuírem para a melhoria da qualidade de vida da comunidade, melhorando a assistência aos munícipes;
  • Incentivar os discentes a desenvolver uma cultura de voluntariado, na intenção de minimizar a dor e desconforto dos seus semelhantes;
  • Desenvolver um trabalho multidisciplinar com ações de promoção à saúde bucal;
  • Desenvolver metodologias de intervenção em saúde bucal na comunidade.

 

 

Específicos

  • Executar ações construtivas de responsabilidade social;
  • Promover serviços na área da saúde bucal;
  • Realizar orientações sobre saúde bucal;
  • Realizar triagem e avaliação odontológica;
  • Realizar levantamentos epidemiológicos.

 

 

Coordenadora: Gracemia Vasconcelos Picanço.