Destaques Mestrado

TURMAS EGRESSAS

O Mestrado Profissional em Clínica Odontológica da FACPP, foi pensado e implantado para ampliar o envolvimento do mundo acadêmico com instituições de pesquisa, com vistas à promoção da inovação, dando novos passos qualitativos na dinâmica sócio econômica, política e cultural de Fortaleza e regiões.

O Programa de Mestrado Profissional em Clínica Odontológica, iniciou suas atividades em 2019, tendo sua primeira turma de egressos em 2020.

       TURMA 2020

  •         Adyson Herbert Correia Alves
  •         Alexandre Daher Yunes Salgado
  •         Aline Rocha de Melo
  •         Andre Parente de Sá Barreto Vieira
  •         Andrea Braga Brasil
  •         Diego Armando Leite Carvalho
  •         Fabricio Romulo Sampaio Farias
  •         Heide Dos Santos Bitú
  •         Karla Aguiar Cabral Cunha
  •         Luciana de Araujo Martins
  •         Mateus Mota Pontes
  •         Paulo Gilson Araujo Gomes
  •         Roberto Sales Aguiar Filho

 

PRODUÇÕES TECNOLÓGICAS

Por Alexandre Daher Yunes Salgado, 2020

Justificativa: A caneta odontológica de alta rotação com iluminação híbrida consiste em um Instrumento rotatório operatório composto por um sistema de turbina movida a ar comprimido, e um sistema de iluminação de dupla ação baseado na emissão de luz ultravioleta (UV) e luz branca através de LEDs. Através da emissão de luz UV, materiais resinosos restauradores e adesivos podem ser evidenciados, pois a incidência de luz UV gera diferença de fluorescência entre esses materiais e a estrutura dental. O contraste gerado pela diferença de fluorescência sob luz UV, possibilita ao dentista diferenciar de maneira mais segura e precisa os limites de estrutura dental e materiais sintéticos. Já a iluminação por LED de luz branca auxilia a visibilidade do campo operatório em procedimentos cirúrgicos e de dentística, por exemplo, minimizando o surgimento de sombras, facilitando a execução do plano de tratamento, e encurtando o tempo do trans operatório, promovendo maior conforto para o paciente e menor cansaço físico e mental para o profissional.

Por Luiz Filipe Barbosa Martins, 2020

Justificativa: A presente invenção trata-se de um dispositivo cirúrgico do ramo da odontopediatria para realização de frenotomia lingual em crianças de 0-2 anos de idade em duas etapas, levantamento e corte/secção do freio lingual acoplados em um dispositivo único. O dispositivo cirúrgico é adequado para cortar parcial ou completamente o freio lingual. Compreende uma haste guia com comprimento de 140 mm e 2,5 mm de diâmetro, sua região de contato com a língua é 16 mm de comprimento e 12 mm diâmetro (tamanho favorável para o encaixe no assoalho da boca de neonatos, a haste é acoplada em uma tesoura simétrica com molas nas extremidades, apresentando uma ponta ativa com comprimento de 13,5 mm e uma parte de apoio de 76 mm, uma lâmina de aço mola unida a haste apresentando um comprimento de 39 mm e um orifício de encaixe com a haste guia com diâmetro total de 6 mm e comprimento de 9 mm, ainda o dispositivo apresenta um parafuso de fixação para receber a tesoura, para não perder o alinhamento de corte. O dispositivo cirúrgico apresenta tamanho e forma compatível para cavidade bucal de neonatos.

Por Aline Rocha de Melo, 2020

Justificativa: Esta patente descreve a invenção de um dispositivo fechado em formato de cápsula, com o objetivo de manipulação e dispensação de cimento cirúrgico odontológico, e situa-se no campo da medicina e odontologia. A cápsula oferece uma opção prática, rápida, limpa, durável e que facilita bastante a rotina, sendo, ao final, descartada. A cápsula é proporcionada e envasada pelo fabricante do cimento, fornecendo quantidade suficiente para um sítio médio ou pequeno. Acompanha sistema para dispensação do produto e é manipulada através de amalgamador, o que traz homogeneidade e padronização, permitindo o alcance da presa ideal. Com o presente dispositivo, o cimento cirúrgico será disponibilizado de maneira simples, veloz e organizada, com a vantagem da higiene da área de trabalho, menor uso de instrumentais e praticidade no caso de trabalho a duas mãos, assim como menor tempo clínico.

Por Victor Pinheiro Feitosa, 2020

Justificativa: O presente pedido de patente de modelo de utilidade refere-se a um dispositivo do tipo microaplicador descartável, com adaptação para instrumento rotatório, para aplicação ativa de sistemas adesivos em procedimentos restauradores adesivos. O microaplicador inclui uma haste com um conjunto de fibras minúsculas, em uma de suas extremidades, que se estendem de um núcleo central. Na outra extremidade da haste, há um corpo com uma adaptação para conexão do dispositivo em instrumento rotatório (turbina de baixa rotação/contra ângulo). O dispositivo tem por objetivo apresentar uma solução para a padronização da aplicação ativa de sistemas adesivos ao substrato dentário e tornar mais fácil e eficiente a técnica restauradora adesiva.

Por Fabricio Romulo Sampaio Farias, 2020

Justificativa: A invenção refere-se a um dispositivo para corte, captação, transporte e aplicação clínica do plasma rico em plaquetas (PRP), plasma rico em fibrina (PRF) ou qualquer outro extrato sanguíneo para o interior da cavidade oral e câmara pulpar. O dispositivo em questão irá facilitar o procedimento clínico de capeamento pulpar direto, capeamento pulpar indireto, transplante pulpar direto, tratamento endodôntico, regeneração pulpar e urgências dentárias, quando extratos sanguíneos forem utilizados como componente da técnica. O dispositivo também facilitará a aplicação do PRF, PRP e extratos sanguíneos em cirurgias orais de periodontais, implantodontia, exodontias, enxertos ósseos e gengivais, quando esses extratos sanguíneos forem componente da técnica, propiciando o correto corte e manuseio do mesmo, diminuindo o tempo de trabalho e inserindo de maneira adequada os extratos sanguíneos.

Por Roberto Sales Aguiar Filho, 2020

Justificativa: Trata-se de um dispositivo que visa padronizar e facilitar o condicionamento/tratamento de superfície, transportar, medir e auxiliar na cimentação de pinos de fibra de vidro odontológicos. Com esse dispositivo tem-se um significativo ganho de tempo clínico bem como uma maior previsibilidade no condicionamento/tratamento de superfície, pois será possível fazê-los com uma visão de toda a superfície de trabalho do pino de escolha. O dispositivo é constituído por um corpo cilíndrico em que em uma das extremidades acopla-se o pino de escolha e na outra o fotopolimerizador. Nas laterais temos marcações milimetradas e um botão ejetor que expulsa o pino e de forma simultânea fazendo a medição. Com o conjunto pino+dispositivo+fotopolimerizador acoplado, leva-se à boca e finaliza a fixação do pino.

Por Diego Armando Leite Carvalho, 2020

Justificativa: O dispositivo é baseado em dois suportes móveis, um para apoio e direcionamento de um micromotor odontológico contendo um disco diamantado e outro apoio para fixação e rotação do dente a ser cortado e removida a polpa com mínima injúria. Com esse dispositivo, o corte de dente recém extraído e remoção da polpa sem necessidade de contato do disco com os dedos do operador, evitando acidentes e permitindo o corte controlado, para não tingir a polpa.

Por Ricardo Teixeira Abreu

Justificativa: Escudo protetor para procedimentos de saúde ou facial de diferentes naturezas. Segue o presente pedido de patente de invenção, para um escudo protetor (1) de característica transparente em forma de cúpula (11), voltado procedimentos de saúde, que se posiciona por um braço articulável (BA) junto a região craniana, onde, por sua frente móvel (8) com furos de acesso (9), é possibilitado a inserção das mãos (MA) do profissional principal (PP), além de permitir que a referida frente móvel (8) se desloque radialmente sobre a cúpula (11), garantindo um amplo posicionamento sem que a proteção seja comprometida; além disso, o escudo protetor (1) dispõe de furos auxiliares (14) superiores na cúpula (11), que permitem a atuação simultânea de um técnico auxiliar (TA), com o profissional principal (PP).

Por Adyson Herbert Correia Alves, 2020

Justificativa: Instrumento odontológico que proporciona atração/remoção de nanopartículas magnéticas na Odontologia e apresenta um cabo de apoio, uma haste, uma ponta ativa e um ímã. O cabo de apoio (1) é redondo e mede em torno de 120 mm de comprimento e 5 mm de diâmetro. A haste (2) liga o cabo de apoio (1) a ponta ativa (3) e tem em torno de 15 mm de comprimento e 3 mm de diâmetro. A ponta ativa (3) possui em torno de 8 mm de comprimento, 3 mm de diâmetro, está presente em apenas uma das extremidades do instrumento formando um ângulo em torno de 45° com a haste (2) e contém um ímã (4) com dimensão que seja capaz de encaixar na ponta ativa.

Por Andrea Braga Brasil, 2020

Justificativa: A presente invenção refere-se ao desenvolvimento de um lençol de borracha, contendo látex ou não, que tem incorporado na sua estrutura nanopartículas antimicrobianas, por  exemplo nanopartículas de prata. Traumatismos dentários e cáries extensas requerem muitas vezes um tratamento complexo, que inclui um tempo cirúrgico e o procedimento restaurador na mesma sessão. Para que a restauração do dente seja realizada sem contaminação de sangue e de saliva, é necessário o isolamento absoluto da região, o que faz com que o lençol de borracha fique em contato com o tecido gengival e o ósseo expostos por um período longo. Um lençol de borracha com nanopartículas antimicrobianas reduziria bastante o risco de infecção pós operatória. O lençol com nanopartículas antimicrobianas também teria indicação precípua na realização da restauração dentária poucos dias após a execução da cirurgia de aumento de coroa clínica, pois a cicatrização dos tecidos não está completa. Outra indicação importantíssima é em pacientes imunossuprimidos, pois os mecanismos normais de defesa contra infecção estão comprometidos nestes pacientes.

Por Paulo Gilson Araújo Gomes, 2020

Justificativa: Refere-se o presente pedido de patente para uma série de fresas cirúrgicas adequadas para a realização de implante dentário intra ósseo que une num só procedimento as técnicas de cirurgia guiada e osseodensificação. A série de fresas proposta proporciona a possibilidade do uso das citadas técnicas juntas em um mesmo procedimento minimizando as desvantagens e potencializando as suas vantagens, assim como faz a modificação na própria fresa o que permite o uso dos guias tradicionais, inserção de qualquer implante, custo mais acessível, sistema menos complexo e versatilidade do uso em cirurgias guiadas e convencionais. A série será composta por uma variedade de fresas suficientes para a realização de osteotomia de espessuras entre 1,0 e 6,0 mm de circunferência. O diferencial da fresas para as já existentes é a inserção de um cilindro entre a região ativa da fresa e a região de encaixe da mesma com o micro motor cirúrgico. Este cilindro funcionará como referencial de posicionamento das fresas dentro dos tubos guias da guia cirúrgica possibilitando a correta inserção do implante conforme o planejamento digital previamente realizado pelo profissional dentista.

Por Mateus Mota Pontes, 2020

Justificativa: O sistema de moldagem e tomada de relação maxilo mandibular possibilita ao cirurgião dentista realizar em uma sessão clínica, a moldagem de um paciente desdentado total, a tomada do arco facial para identificar a posição da maxila em relação a base do crânio e determinar a posição maxilo mandibular do paciente. O sistema possui uma moldeira com encaixe, possibilitando remover o cabo logo após a moldagem com a moldeira superior na boca do paciente e encaixar o arco facial, que servirá de garfo de mordida, para a identificação da posição maxilar e transferir para o articulador semi ajustável. Após a tomada do arco facial, o mesmo é desencaixado da moldeira, que permanece na boca do paciente e encaixa-se o dispositivo articulado com trava, que em uma extremidade encaixa na moldeira superior, em boca, e na outra encaixa na moldeira inferior, também em boca. Essa dispositivo é utilizado apenas para unir o arco facial ao garfo de mordida e travar na posição desejada. Porém a união das moldeiras inferior e superior em boca, possibilitando a movimentação mandibular e realizando o travamento na posição desejada para montagem em articulador.

egressos de destaque:

Adyson Herbert Correia Alves

(orientador: Victor Pinheiro Feitosa): especialista em dentística, ortodontia e saúde da família. Durante o mestrado foi premiado na SNNPqO de 2019 e no GBMD 2020, depositou uma patente, e publicou cinco artigos científicos.

Alexandre Daher Yunes Salgado

(orientadora: Márcia Fernanda Rezende Siqueira): especialista em ortodontia. Durante o mestrado desenvolveu a patente da Caneta de Alta Rotação com Sistema de Iluminação Híbrida, além de ter tido um periódico aceito na revista Operative Dentistry.

Aline Rocha de Melo

(orientadora: Paula Ventura da Silveira): especialista em periodontia e ortodontia. Durante o mestrado participou da banca avaliadora da Jornada Acadêmica Paulo Picanço, depositou 1 patente e desenvolveu 3 e-books, sendo 1 como autora principal e 2 como coautora, sobre periodontia e biossegurança.

PRODUÇÕES EM ANDAMENTO

Avaliação clínica e laboratorial de materiais ortodônticos inovadores.
o   LUIZ FILIPE BARBOSA MARTINS
o   PAULO ROBERTO BARROSO PICANÇO (Responsável pelo Projeto)
o   VICTOR PINHEIRO FEITOSA

Avaliação das propriedades físico-químicas de resinas compostas contendo diferentes biovidros.
o   DIEGO LOMÔNACO VASCONCELOS DE OLIVEIRA
o   LUIZ FILIPE BARBOSA MARTINS
o   VICTOR PINHEIRO FEITOSA (Responsável pelo Projeto)

Avaliação de biomateriais para endodontia regenerativa.
o   NILTON VIVACQUA GOMES (Responsável pelo Projeto)
o   RADAMÉS BEZERRA MELO
o   VICTOR PINHEIRO FEITOSA

Avaliação de materiais antimicrobianos a serem aplicados em resinas acrilicas odontologicas.
o   DIEGO MARTINS DE PAULA
o   PAULA VENTURA DA SILVEIRA
o   RICARDO TEIXEIRA ABREU (Responsável pelo Projeto)

Avaliação de produtos naturais aplicados em materiais odontológicos.
o   DIEGO MARTINS DE PAULA (Responsável pelo Projeto)
o   DIEGO LOMÔNACO VASCONCELOS DE OLIVEIRA
o   VICTOR PINHEIRO FEITOSA

Avaliação de sistemas adesivos terapêuticos contendo substâncias bioativas.
o   DIEGO MARTINS DE PAULA
o    PAULO ROBERTO BARROSO PICANÇO
o   VICTOR PINHEIRO FEITOSA (Responsável pelo Projeto)

 Efeito do laser terapêutico na sensibilidade dental causada pelo clareamento dental em consultório com peróxido de hidrogênio 35%: estudo clínico randomizado, duplo-cego.
o   JULIANA LAROCCA DE GEUS (Responsável pelo Projeto)
o   VICTOR PINHEIRO FEITOSA

Avaliação de materiais dessensibilizantes aplicados antes da cimentação de laminados de cerâmica pura: ensaio clínico randomizado, duplo-cego de boca dividida
o   DIEGO MARTINS DE PAULA
o   RICARDO TEIXEIRA ABREU
o   VICTOR PINHEIRO FEITOSA (Responsável pelo Projeto)

Avaliação do conhecimento dos cirurgiões dentistas com relação aos fatores de risco e diagnóstico do câncer de boca
o   CARLOS DIEGO LOPES SA
o   PAULA VENTURA DA SILVEIRA
o   RADAMÉS BEZERRA MELO (Responsável pelo Projeto)

Efeito do bisel na retenção de restaurações em lesões cervicais não cariosas: estudo clínico randomizado, triplo-cego, boca-dividida.
o   MARCIA FERNANDA DE REZENDE SIQUEIRA (Responsável pelo Projeto)
o   DIEGO MARTINS DE PAULA
o   RICARDO TEIXEIRA ABREU

Ensaios clínicos randomizados de acompanhamento dos tratamentos endodônticos para avaliação da taxa de sucesso – Conformidade com a Declaração CONSORT: uma revisão sistemática
o   JULIANA LAROCCA DE GEUS
o   MARCIA FERNANDA DE REZENDE SIQUEIRA (Responsável pelo Projeto)
o    NILTON VIVACQUA GOMES

Estudo do potencial citotóxico e antitumoral de novos vitanolídeos obtidos da Acnistus arborescens e seus efeitos sobre a modulação de proteínas quinases.
o   DIEGO LOMÔNACO VASCONCELOS DE OLIVEIRA
o   LUIZ FILIPE BARBOSA MARTINS
o   PAULA VENTURA DA SILVEIRA (Responsável pelo Projeto)

Instrumentação endodôntica em ensaios clínicos randomizados – Conformidade com a Declaração CONSORT: uma revisão sistemática.
o   JULIANA LAROCCA DE GEUS (Responsável pelo Projeto)
o   MARCIA FERNANDA DE REZENDE SIQUEIRA
o   NILTON VIVACQUA GOMES

Perfil sociodemográfico e tipificação odontolegal de lesões no complexo bucomaxilofacial de periciados de um instituto de ciência forense.
o   PAULO ROBERTO BARROSO PICANÇO
o   RADAMÉS BEZERRA MELO

PRODUÇÕES PREMIADAS

Remoção magnética de melatoproteinase e seus efeitos na adesão e degradação dentária, por Adyson Herbert Correia Alves (1º colocado).

 

– Conduta cirúrgica e ortodôntica em dente supranumerário: relato de caso, por Adyson Herbert Correia Alves (2º colocado).

– O Papel do Condicionamento Seletivo do Esmalte com Adesivos Autocondicionantes, por Francisbênia Alves Silvestre 

Alterações dentárias e malocusão em pacientes com fissura labiopalatina, por Adyson Herbert Correia Alves (3º colocado).

– Prêmio Myaki Issao – Área 5: Efeitos da silanização e estrôncio em biovidros 45S5 incorporados em um adesivo universal, por Tainah Oliveira Rifane (1º colocado);

– Prêmio Myaki Issao – Área 5: Avaliação da associação de diferentes solventes em adesivos experimentais, por Francisbênia Alves Silvestre (Menção Honrosa).

– Prêmio Revisão Sistemática 

Influência da silanização de diferentes biovidros no desempenho de adesivos simplificados, por Tainah Oliveira Rifane (1º colocado).

– Efeito da associação de diferentes solventes na adesão dentinária e propriedades químicas de adesivos experimentais, por Francisbênia Alves Silvestre (1º colocado);

– Influência do monômero funcional 10-MDP na adesão dentinária de adesivos autocondicionantes: uma revisão de literatura, por Francisbênia Alves Silvestre (2º colocado);

– Papel da silanização de vidros bioativos na adesão, polimerização e remineralização dentinária de adesivos experimentais, por Tainah Oliveira Rifane (2º colocado).

ADESÃO DENTINÁRIA E PROPRIEDADES QUÍMICAS DE ADESIVOS EXPERIMENTAIS, por  Francisbênia Alves Silvestre 

Adesivos Experimentais Incorporados com Diferentes Solventes e suas Associações, por Francisbênia Alves Silvestre.

– Efeito da Combinação de Solventes Alternativos em Adesivos Simplificados, por Francisbênia Alves Silvestre. 

EFEITO DE NANOPARTÍCULAS DE TITÂNIO NOS PROCESSOS DE ADESÃO E POLIMERIZAÇÃO EM ADESIVO UNIVERSAL

GABRIEL ITALO DE OLIVEIRA GALDINO E COSTA – 1º LUGAR

INFLUÊNCIA DA ADIÇÃO DE BIOVIDRO CONTENDO ESTRÔNCIO E CÁLCIO NA ADESÃO E POLIMERIZAÇÃO DE UM ADESIVO UNIVERSAL

TAINAH OLIVEIRA RIFANE – 3º LUGAR

INCORPORAÇÃO DE ESTRÔNCIO EM BIOVIDROS SILANIZADOS COMO
AGENTE REMINEZALIZANTE EM UM ADESIVO UNIVERSAL

TAINAH OLIVEIRA RIFANE – 1º LUGAR

–  Adesão a dentina de resina composta contendo fosfato de cálcio com flúor e seu efeito na remineralização dentinária, por Tainah Oliveira Rifane 

– Efeito de nanopartículas de titânio nos processos de adesão e polimerização em adesivo universal, por Gabriel Italo de Oliveira Galdino

– Influência da estrutura química de monômeros funcionais ácidos no desempenho de adesivos autocondicionantes: Uma revisão de literatura, por Francisbênia Alves Silvestre (1º lugar )

IMPACTO DA PANDEMIA

O ano de 2020, de forma abrupta e totalmente inesperada, passou a ser mundialmente marcado pela pandemia do Coronavírus (COVID-19). Esta, ainda inacabada e geradora de tantas incertezas, que tanto alterou as nossas rotinas, o nosso modo de pensar, de agir, de ver o mundo e tudo o que está nele caracterizou-se uma ruptura no paradigma pré-existente.
A FACPP se empenhou, desde o início, em estar participando de todas as discussões relativas ao efeito da pandemia na prática odontológica
Em relação às ferramentas online de ensino, a FACPP sempre trabalhou com uma cultura inovadora e extremamente atualizada de ensinar os graduandos e pósgraduandos, já que, há mais de 10 anos usa rotineiramente nas atividades acadêmicas, a plataforma Moodle, sempre com o intuito de ampliar as ferramentas de ensino.
A Coordenação do Programa de Pós-graduação em Clínica Odontológica, por meio de videoconferência, realizou um novo planejamento das atividades acadêmico-científicas, a partir das normativas recebidas tanto do Consenso da Assossiação Brasileira de Ensino Odontológico (ABENO), como da Comissão de Biossegurança Institucional.
 
Diante dessa situação emergencial algumas medidas foram adotadas no âmbito da FACPP, a partir inclusive de mudanças/normativas da CAPES. Coletivamente foram discutidas as medidas e também as questões referentes ao planejamento das atividades, sendo:
  1. Bancas de Exame de Qualificação – Permissão Excepcional para a realização de bancas por meio de sistema de videoconferência.
  2. Bancas de Defesas de Dissertações– os prazos das defesas continuarão a ser contados a partir da data de ingresso no programa. Portanto, se o discente tiver como prazo final este período de suspensão das atividades acadêmicas, a banca deverá ser realizada por videoconferência.
  3. Orientações – As orientações passaram a ser em modelo remoto.
  4. Orientações de IC – As orientações das atividades de Iniciação Científica passaram também ao modelo remoto, utilizando de Ambiente Virtual de Aprendizagem.
  5. Disciplinas – O Programa que já trabalhava com o modelo de aprendizagem híbrido, a partir de seu planejamento migrou totalmente os conteúdos programáticos das disciplinas, para a Plataforma Moodle, utilizando de momentos síncronos por meio de Lives (aulas ao vivo). Transmissão das aulas de forma síncrona mantendo as gravações a disposição dos estudantes por um período indeterminado, a fim de que os mesmos tenham a disponibilidade da aula;
  6. Possibilidade de participação em eventos online – A FACPP realizou as jornadas acadêmicas online por meio de uma central de transmissão da Faculdade Paulo Picanço. A Jornada Odontológica Paulo Picanço Contra a COVID-19, foi um evento científico realizado no formato online, em maio de 2020 e reuniu acadêmicos e profissionais da área da Odontologia a nível local, regional, nacional e internacional. Contou com palestras de renomados professores da instituição, docentes permanentes do programa de Mestrado em Clínica Odontológica, e convidados nacionais e internacionais.
Em parceria com a Universidade Estadual Vale do Acaraú, a FacPP realizou o evento: I Jornada de Odontologia e Enfermagem Oncológica (I JOENO), em junho de 2020, de forma online, contando com palestras de renomados professores da instituição, e convidados nacionais. Também foi realizada a II JOPP (II Jornada Odontológica Paulo Picanço) em outubro do mesmo ano, contando com a apresentação e premiação de trabalhos em diversas categorias , incluindo a inédita categoria, Prêmio Altair Cury, desenvolvido para apresentação de trabalhos de pesquisas odontológicas na língua inglesa.
  1. Materiais Pedagógicos Diferenciados – Neste período, por meio da diversificação dos materiais para alcançar o ensino remoto, houve o aprimoramento de programas de Podcasts e Vídeos buscando proximidades entre professores, alunos e o público;
  2. Material Didático Institucional – Criações de manuais de produções técnicas, como “Manual de Biossegurança”, que adequou-nos a uma nova realidade de trabalho;
  3. Biblioteca – A Biblioteca da FACPP, manteve os serviços realizados sob agendamento, como empréstimos e devoluções de livros.
  4. Palestras ministradas no formato online – Durante a pandemia, os docentes do Programa de Pós-Graduação em Odontologia (PPGO) intensificaram suas participações em redes sociais, não só através de projetos já consagrados, como o EndoCast, mas também realizaram lives, cursos teóricos e como palestrantes de eventos, formas de socialização dos conhecimentos gerados principalmente em meio a pandemia.

Outro ponto de destaque, é que a FACPP tornou-se um centro de testagem de covid, após capacitação de docentes e discentes para a realização da testagem diagnóstico para o Covid, esta ação foi firmada pela Secretaria de Saúde do Estado do Ceará que ministrou treinamento para as IES. A FACPP, através de docentes e discentes, passou a realizar as testagens em toda população. Foram quase 900 testes realizados no ano de 2020. Esta ação social permitiu o início gradual das atividades letivas presenciais no estado.